Maria Judite de Carvalho é natural de Covas do Douro, Sabrosa, Vila Real.

Publicou POEMAS DA MINHA ANGÚSTIA em 2011, pela Editora Ecopy; POEMAS DE AMOR E ANGÚSTIA em 2011 pela Editora MOSAICO DE PALAVRAS.

Integrou, as Coletâneas ARTE PELA ESCRITA QUATRO, CINCO E SEIS na forma de poesia e prosa.

Editou em 2013, o livro infantil A SEMENTINHA SOU EU na forma de poesia, Edição de autor.

Integrou os volumes I, II, III e IV das coletâneas POÉTICA - da Ed. Minerva - 2012 a 2014.

Integrou em 2014 e 2015, a Antologia de Poesia Contemporânea ENTRE O SONO E O SONHO - Vol. V e VI da Chiado Editora.

Integrou em 2015, a coletânea UTOPIA(S ) da Sinapis Editores.

Integrou o volume I da Antologia de Poesia e Prosa-Poética Contemporânea Portuguesa TEMPLO DE PALAVRAS – I, II, III e IV da Ed. Minerva.

Integrou em 2016 a colectânea TEMPO MÁGICO da Sinapis editores.

Integrou em 2016 a coletânea PARADIGMAS(S) das Edições Colibri.

Integrou a antologia ENIGMA(S) I da Sinapis editores .

Integrou, a antologia ECLÉTICA, I E II com coordenação literária de Célia Cadete e de Ângelo Rodrigues, das Edições COLIBRI.

Em 2017 publicou - PEDAÇOS DO NOSSO CAMINHO - na forma de poesia com fotografias de Jorge Costa Reis



quarta-feira, 29 de março de 2017

O NOSSO POEMA

México - 2015
O NOSSO POEMA

O reino do meu tempo
É o teu tempo,
Porque traz com ele
O nosso tempo de amar,
O mundo é só nosso 
Meu amor!
Porque o meu tempo
Será o tempo teu,
Ele carrega 
Todos os sonhos
Que eu sorvo 
E que tu sorves,
Para transformar
A nossa vida
Num vasto Céu.

Voo na vida 
Com as asas 
Do nosso tempo,
Semeio sonhos 
Durante a noite 
E a madrugada,
Para colher  flores
Nesse teu sereno peito 
E as cobrir com a seiva 
Que precisam para viver,
Teus olhos são o clarão
Que me ilumina,
Junto de ti
Eu me sinto pequenina,
Onde o amor
Floresce sem se ver.
29-3-2017
"Resevados os direitos de autor."